primeiras impressões_futuro na DesignWeek

Cadeira, mesa e bandeja mudam função e dão espaço ao trend eco_tech transformando-se em porta-vaso. Impressão fotográfica em tecido ganha inúmeras aplicações: pufes, tapetes, wallpaper sempre usando motivos que aproximam-nos da natureza como pássaros e plantas. Econsciência é (re)uso de materiais como canudos de plástico para delinear o paisagismo. A sacola plástica  transforma-se em sandália; legumes dão forma às jóias; garrafas pet viram mesa, luminária, revestimento de parede ou até vestido; borracha de chinelos transforma-se em escultura. Multifuncional, único e até personalizado através do “faça você mesmo” são características da nova mass-customisation.

Transparência é um sinal de evolução, um jogo entre o ver e o não ver. Formas da natureza e símbolos da ciência como moléculas criam mosaicos e modulam móveis, acessórios e layouts. Grafismos estampados em 2D sugerem visual 3D: ampliam o ambiente e dão profundidade ao espaço que não existe. Desenho e tecnologia dão vida à realidade aumentada.

Sentar-se na grama entre esculturas feitas com pratos e tendas coloridas ao redor é realidade. Jardins suspensos revestem paredes internas e externas. O espaço é compacto e a horta é no quarto! Jardins feitos de plantas em fibra neon mudam de cor como se estivessem vivos fazendo-nos recordar um novo mundo como Avatar propôs. O Led é a grande inovação do evento e oferece infinitas possibilidades de aplicação. A atmosfera da Design Week transporta-nos à uma viagem no tempo e sentimos como se chegássemos na Lua e víssemos a Terra de longe: tal experiência é possível através de um filme 3D ou uma escultura em forma de planeta Terra com 8 m de diâmetro em policarbonato que se ilumina ao anoitecer. O princípio evolutivo está presente em toda a feira. Transparências e contornos dão-nos a idéia de infinito e conexão.  Arte e tecnologia se unem em prol da evolução. Móveis são verdadeiras esculturas que movimentam-se, mudam cor, forma e função. A energia agora pode ser armazenada em um aparelho e transportada onde for preciso. Uma cascata de água iluminada com Led transmite a idéia de frescor e surpreende mais que qualquer pedaço de cimento.  Graças ao aparelho instalado na banheira, a água se transforma em espuma com consistência de sorvete e torna o banho muito mais relaxante. As luminárias vão ao extremo: ou são maxi ou, mini e muito sutis. Materiais como correntes passam a ser usados lembrando o cenário do legendário MadMax. Pontos de luz mixam sutileza e transparência:  fios, vidros, cristais, resinas parecem flutuar e lembram o céu estrelado ou até gotas de ar dentro de um copo d’água, ou quem sabe, seres transparentes que habitam as profundezas oceânicas.  Texturas pontiagudas feitas dos mais variados materiais causam forte impacto visual quando aplicados em cadeiras, luminárias, vestidos.  A interatividade é a palavra de ordem: entrar dentro do tapete; empilhar cadeiras formando uma torre ou, enquanto leio um jornal, a projeção na parede me conta os últimos posts do Twitter O espaço deixa de ser limitado por divisórias ou paredes e móveis tornam-se multifuncionais e conectados com o contexto. O espaço público oferece maior integração entre pessoas e natureza e, às vezes, seguindo trend pixel_real life permite interação com outras pessoas através de uma tela. O desafio é criar objetos “monomaterial” com linhas sutis, orgânicas  e contínuas e logo decompô-los em variadas funções.

A impressão é que chegamos à época dos Jetsons: carros espaciais, neon, luz, superfícies refletoras, transparências, robôs.  Aliás, os robôs são capazes de escrever perfeitamente e fazer uma caricatura em poucos minutos. Em contrapartida há um grande incentivo para o trend verde como o Biking e o uso de transportes públicos eco garantidos ou no estilo sharing.

Garrafas de vidro são (re)utilizadas. Cabides agora são alças de bolsas. Bolsas são feitas de peças de roupas. Cria-se uma enorme cadeia que irá privilegiar-se do (re)uso e da (re)interpretação para seguir o trend {mesmo é mais}. Corda, nó, bambú, caixa de ovo, papel, materiais e formatos naturais em geral recebem novas funções: o pufe é um saco (re)aproveitado e inflado com ar; projetos engajam pessoas do mundo inteiro virtualmente para trazer resultados reais e palpáveis para nosso quotidiano além de criar valor para o meio ambiente difundindo idéias sustentáveis que possam melhorar nossa qualidade vida. Desenhos manuais decoram paredes, móveis, roupas, acessórios e, harmonicamente, dividem espaço com o digital. O território é comum e compartilhado em experiências sensoriais que impressionam mais que qualquer outra coisa: perfumes, sensações, emoções, texturas e sons evocam uma nova realidade: interativa e multisensorial.

Relógios representam o tempo e estão por toda parte. Luminária ou poltrona? 2 em 1!  E se a cortina tivesse forma de espaguete? E se a cadeira tivesse forma de chocolate derretido ou de barco? E se a poltrona retratasse os Alpes suíços? E se o vestido iluminado à Led brilhasse como estrelas no céu? Ou se o vestido fosse criado diretamente sobre o corpo com spray? E se a estrutura dos móveis fosse feita de jornal ou caixa de ovo? E se a parede fosse magnética permitindo mudá-la diariamente? E se o espaço fosse delimitado com um fio transparente ou imaginário? E se a banheira fosse aquecida com o fogo da lareira? E se lareira e o depósito de lenhas fossem uma coisa só? Pois isso tudo é realidade na Design Week_Milão 2011. Um design livre de regras e multifuncional. E porque não brincar com formas lúdicas como a luminária em formato de Lego? Ou um banco em formato de ovelha? Somos parte do ambiente em conexão quase que mimética com o entorno. Os excessos caem. As linhas básicas vingam. Há quem represente a crise através de um espelho em forma de cruz mas com a esperança de um futuro melhor. O Design vem a caminho de um protesto aos tempos atuais pedindo mudança, exigindo velocidade, integração, funcionalidade e sem dúvida, pedindo por mundo mais altruísta i-we oriented.  ##

deni-corsino-design-grafico

TEXTO POR DENI.CORSINO. ENJOY IT!!

design-week-milan-cappellini-deni-corsino-black-and-white-edit2

assinatura-denicorsino-inspired-by-art_moved-by-design-grigio50-24px

Anúncios